RO: Filho de pastor mata amante com faca no pescoço ao saber de gravidez

Na sexta-feira (4), Gabriel Henrique Santos Masioli, de 28 anos, que é filho de um pastor evangélico, foi preso ao confessar que assassinou a amante, Antonieli Nunes Martins, com uma facada no pescoço após ela informar que estava grávida. Em depoimento, ele afirmou que mantinha um relacionamento extraconjugal com a colega de trabalho havia 10 meses. O caso ocorreu em Pimenta Bueno, Rondônia.

O técnico de informática afirmou que alugava uma casa na região para ele e Antonieli se encontrarem depois do expediente. E “algumas pessoas da empresa sabiam do nosso caso”.

Na última terça-feira (1°), a vítima disse que precisava ter uma conversa urgente com Gabriel e não poderia ser por chamada de vídeo

Após o trabalho, os dois foram até a casa alugada e “ela pegou uma caixinha no guarda-roupas e dentro havia uma roupa de bebê e um teste de gravidez com resultado positivo”.

Segundo Gabriel, ele não tinha dúvidas de que o bebê era dele e disse para Antonieli que iria assumir a paternidade. Apenas pediu um prazo, até sexta-feira (4), para contar à esposa e à família que tinha um relacionamento extraconjugal.

Na quarta-feira (2), Gabriel pediu para ver a vítima. Os dois se encontraram, conversaram e, enquanto estavam deitados na cama, o rapaz a imobilizou com um golpe mata-leão.

“Ela estava deitada no meu braço esquerdo, de costas pra mim, quando do nada dei um mata-leão, imobilizando-a também com as pernas. Ela se debateu e lutou contra a própria morte”, disse o técnico de informática em depoimento.

Ressaltou que só parou de aplicar o golpe quando sentiu o braço dormente, “de tanta que eu havia apertado o pescoço dela”.

Na sequência, Gabriel se sentou no chão e começou a chorar. Nesse momento, ele percebeu que Antonieli ainda estava viva.

Então, ele foi até a cozinha, pegou uma faca e enfiou no pescoço da vítima.

Na quinta-feira (3), familiares de Antonieli foram até a casa alugada por Gabriel após não terem notícias da vítima. Quando chegaram ao local, eles encontraram o seu corpo em cima da cama.

Na sexta-feira, Gabriel se apresentou na delegacia e relatou que jogou a faca, o celular da vítima e o teste de gravidez em um rio da região. G1

Últimas Notícias