Por que o Empréstimo do Auxílio Brasil ainda não foi liberado pelo Ministério da Cidadania? Descubra motivo

Ainda no mês de agosto, o Ministério da Cidadania divulgou que o Empréstimo do Auxílio Brasil seria liberado no início deste mês de setembro, mas até esta quinta-feira (15) o pagamento não foi disponibilizado pelos bancos para a população beneficiária do programa. Entenda a seguir por que o pagamento não foi ativado.

O Ministro da Cidadania, Ronaldo Vieira Bento, afirmou que o Empréstimo Consignado do Auxílio Brasil seria liberado no início de setembro, sem cravar uma data específica. A previsão deixou os beneficiários ansiosos pela liberação do crédito.

Para oficializar a liberação, o Ministério precisa regulamentar as normas do benefício e publicá-las. Somente após esse processo, os bancos poderão disponibilizar o consignado para os cidadãos recebedores do programa.

Acontece que divergências técnicas estão atrasando essa regulamentação. Como o Blog de Jamildo adiantou nesta quarta-feira (14), um dos principais entraves é a taxa de juros que poderá ser cobrada pelos bancos nesta nova modalidade.

Segundo o ministro, pelo menos 17 bancos já estão aptos a operar o Consignado do Auxílio Brasil, utilizando as próprias taxas de juros. Essa liberdade concedida pelo Ministério fez com que algumas instituições estipulassem juros mais altos que o padrão cobrado neste tipo de empréstimo.

Uma reportagem do Valor Econômico revelou que alguns bancos chegaram a fazer pré-cadastro de clientes cobrando juros de 86% ao ano. Diante disso, o Ministério da Cidadania agora trabalha para estipular um teto de gastos.

A medida visa evitar que os bancos cobrem juros abusivos dos clientes, especialmente por se tratar de um grupo vulnerável da população. Internamente, fala-se em uma alíquota de 2,14%.

Quando vai sair o Empréstimo Consignado do Auxílio Brasil?
Somente após a publicação desta regulamentação técnica o Ministério da Cidadania liberará a contratação do crédito para a população. Até o momento, o ministro não revelou outra previsão de liberação.

Portanto, a liberação do consignado segue prevista ainda para este mês de setembro, mas sem data concreta de ativação nas financeiras.

Jc.Ne

Últimas Notícias