População indígena lidera casos de suicídio no Brasil, aponta estudo

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O número de suicídios no Brasil entre os anos de 2011 a 2022 superou 147 mil e índigenas lideram os casos. Os dados são de um estudo de pesquisadores Escola de Medicina de Harvard (EUA) em conjunto com os do Cidacs/Fiocruz Bahia (Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde da Fundação Oswaldo Cruz).

A pesquisa publicada no dia 15 de fevereiro e aponta que houve uma alta de de 3,7% de suicídios e 21,13% de autolesões  (104.458 casos, no total). As informações foram coletadas do  Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação); internações por automutilação do SIH (Sistema de Informações Hospitalares) e dados de suicídio do SIM (Sistema de Informações sobre Mortalidade).

Segundo o estudo, os índices de suicídios são maiores entre os povos indígenas, que também tem altos índices de autolesões, mas com poucas hospitalizações. Houve aumento de automutilação e hospitalização entre os jovens, principalmente na faixa etária dos 10 a 24 anos

Fonte: Metro1

Últimas Notícias