Petistas baianos se animam com declaração de Wagner: ‘Na hora certa’

 

Foto: Luiz Fernandez/bahia.ba

A declaração do senador Jaques Wagner (PT) na quinta-feira (4) de que é candidato ao governo da Bahia em 2022, animou os petistas baianos. Segundo um correligionário do ex-governador, ele abordou o assunto na “hora certa”, sem precipitações.

“Wagner foi na mosca. Apesar de ele dizer que não é hora de falar disso, eu acho é sim. ACM Neto é candidato ao governo e a Bahia toda sabe. A Bahia toda também tem que saber que nosso candidato é o melhor preparado, é o mais forte. Não achei precipitado, pelo contrário”, disse em condição de anonimato ao bahia.ba.

“ACM Neto que lute para conseguir bater nosso projeto. Claro que é um candidato considerável, mas dentro do PT hoje não existe nome melhor que o de Jaques Wagner. É um entendimento também do presidente Éden Valadares e da executiva do partido”, completou.

Em entrevista à rádio Metrópole, Wagner falou pela primeira vez que deve disputar o Palácio de Ondina em 2022. “Sou [candidato]. Mas estou insistindo em dizer para as pessoas que, para chegar em 2022, temos que estar trabalhando na angústia do povo, trabalhando por auxílio. Não dá para conversar sobre eleição agora. Conversar de eleição é extraterrestre”, ressaltou.

PT já havia anunciado nome de Wagner

No dia 9 de fevereiro, o presidente do PT baiano, Éden Valadares, afirmou ao bahia.ba que Wagner era mesmo o candidato do partido para o pleito do ano que vem. “No último sábado, dia 06, realizamos o planejamento estratégico da Executiva Estadual do PT Bahia. Ainda estamos fechando a redação final da resolução, mas nossa posição quanto a 2022 é clara e unificada: estamos oferecendo um nome da qualidade de Jaques Wagner como candidato ao Governo do Estado”, salientou à época.

Últimas Notícias