Partida interrompida entre Brasil e Argentina

Agentes da Polícia Federal e da Anvisa entraram na tarde deste domingo (5) no campo da Neo Química Arena, em São Paulo, para retirar quatro jogadores da Argentina que não cumpriram a quarentena contra a disseminação do coranavírus. Com isso, o time argentino se retirou do campo em que disputaria partida contra a seleção brasileira.

Emiliano Martínez, Buendía, Cristian Romero e Giovani Lo Celso, quatro jogadores da seleção da Argentina, fizeram declarações sanitárias falsas no formulário ao entrar no Brasil, disse a Anvisa.

A entidade comunicou o fato à Polícia Federal para que "providências no âmbito da autoridade policial sejam adotadas imediatamente", de acordo com a nota da Anvisa.

A Polícia Federal tentou buscar os jogadores no hotel e, depois, no vestiário, mas a Argentina não liberou a entrada e, por isso, tiveram que entrar no campo. G1

Últimas Notícias