Nova unidade alavanca a produção de morangos na Chapada

Em Mucugê, na Chapada Diamantina, os produtores de morango se animaram com a nova Unidade de Beneficiamento de Frutas Vermelhas. Isto porque, além de proporcionar um aumento na produção de morango, carro-chefe da região, também irá gerar mais renda para os agricultores familiares da Cooperativa dos Produtores Rurais da Chapada Diamantina (CoopChapada). Para a nova unidade, que irá possibilitar uma demanda mais ampla e diversificada de frutas, o governo estadual, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), investiu um total de R$ 3,6 milhões para atender diretamente cerca de 200 famílias produtoras da região.

De acordo com Ivan Fontes, assessor especial da diretoria da CAR, o valor investido foi utilizado para a implantação da Unidade de Beneficiamento de Frutas, aquisição de veículos e apoio a gestão e assistência técnica. A Unidade de Beneficiamento de Frutas Vermelhas ganhou equipamentos como câmaras frias de resfriamento e de congelamento, um caminhão baú refrigerado, empilhadeira, caixas de armazenamento de congelados e máquinas de beneficiamento de morango congelado.

Produtos da região

“Como todos sabem, a Chapada Diamantina tem um potencial bastante diversificado para produção de inúmeros alimentos. Sem falar do significativo valor agregado à origem desses produtos. Com esses e outros investimentos, o Governo da Bahia, através da CAR, vem permitindo ampliar as oportunidades de inclusão produtiva e renda para agricultores familiares. Essa e outras agroindústrias implantadas têm o objetivo de apoiar, incentivar e ampliar a produção de matérias-primas, que no caso dessa unidade, as frutas vermelhas (morando, amora, mirtilo...)", comenta Ivan Fontes.

O presidente da Cooperativa, Cristiano Rocha, diz que a nova estrutura tem espaço suficiente e adequado para um maior armazenamento dos produtos que são produzidos na região, como o embalo de morango congelado e in natura, além de incentivar um aumento na área do plantio do morango, o que impulsiona um aumento na sua produção.

“O morango tanto congelado quanto in natura é o nosso carro-chefe, nosso principal produto. Como teremos um aumento nos próximos plantios, que ocorrerão de março a junho, iremos aumentar bastante a produção da fruta”, menciona Cristiano.

Para o produtor Raimundo Lopes, o morango movimenta muito a economia da região e ressalta a importância do investimento em novos equipamentos para a unidade de beneficiamento em Mucugê. “Com o destaque na produção de morango, houve um aumento em aproximadamente 40% na economia  da região e a nova unidade gera um impacto na criação de empregos e renda dos moradores locais. Também gera mais segurança para estocar o produto, garantindo maior qualidade na entrega”.

A unidade também gera a expectativa de aumentar a movimentação na região. Segundo Cristiano Rocha, a região de Mucugê sempre foi conhecida pelo turismo e pela produção de batata, mas o morango passou a surgir como destaque de 2012 a 2013, sendo um chamativo para os turistas que chegam ao local provarem.

“Hoje, a realidade é outra. A região passou a ser conhecida pela produção de morango, como também pelos vinhos de qualidade, o mirtilo e as frutas vermelhas em geral”, comenta Rocha.

Para se ter uma boa produção de morango, os produtores sinalizam que é preciso partir de uma dedicação, além de outros fatores. O produtor Paulo Oliveira, um dos pioneiros do cultivo do morango no município, fala que as práticas de manejo do solo são essenciais para a produção.

“Uma boa produção de morango se dá quando há uma boa adubação, tanto de fundação como de cobertura, como estar sempre atento a pragas”, cita o produtor. Cristiano Rocha que ressalta que para o morango ter uma boa qualidade é importante que as mudas sejam de qualidade, e a cooperativa está sempre importando de países como Chile e Espanha.

O presidente também menciona oportunidades que são ofertadas para os produtores da Cooperativa que podem influenciar positivamente em um bom resultado para a produção da fruta.

“A Cooperativa tem uma boa parceria com o Sebrae, que está sempre procurando orientar e capacitar os nossos produtores para que possamos sempre produzir com qualidade e evitando o máximo uso de produtos químicos, sempre aderindo ao uso de produtos biológicos”, complementa Rocha.

Fonte: A Tarde

Últimas Notícias