Ministro sanfoneiro é cotado para vice de Bolsonaro

O ministro do Turismo, Gilson Machado, que é conhecido como o sanfoneiro de Bolsonaro, é mais um que está sendo avaliado pelo presidente para ocupar a vaga de vice num eventual novo governo.

Ainda sem partido, o nome de Gilson tem sido especulado por aliados de Jair Bolsonaro (PL) e foi citado por mais de um interlocutor do presidente.

De acordo com a Folha de S. Paulo, Machado vinha sendo tratado pelo centrão com uma excentricidade porque participava de lives e eventos oficiais com o chefe tocando sua sanfona.

Porém, alguns passos em falso pelo presidente já fez o grupo perceber a articulação pelo ministro, que tem a simpatia de líderes evangélicos próximos do presidente, ainda que se defina como católico praticante.

Gilson Machado, que também é pernambucano, surgiu como uma opção por sua identificação potencial: a figura do sanfoneiro, chapéu de vaqueiro à cabeça, é um clichê bastante espraiado no Nordeste.

Outros itens que colocaram Machado no gosto de Bolsonaro são mais evidentes. Ele é visto como bastante combativo e, principalmente, leal aos princípios do chefe.

Falta ainda a Machado um partido. Ele vinha cogitando o PL, que já abriga o presidente, para disputar uma vaga ao Senado por Pernambuco, mas o martelo não está batido.

Com isso, ele se une ao ministro da Defesa, Walter Braga Netto, e ao presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, como possíveis nomes para a vice.

Últimas Notícias