Ministro Gilmar Mendes determina que Zambelli entregue arma em 48h

A deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) deve entregar sua pistola e munições à Polícia Federal (PF) em um prazo de 48h. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes determinou, nesta terça-feira (20), a realização de busca e apreensão contra ela para obter o armamento. Em sua decisão, o ministro acolheu pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). As informações são do jornal O Globo.

Na manifestação, a vice-procuradora-geral da República Lindôra Araújo solicitou que sejam feitas tratativas com a parlamentar para que a arma seja entregue voluntariamente por ela ou que a pistola seja apreendida em seus endereços, em conjunto com as munições.

“O tensionamento político atual, a iminente transição pacífica de poder e o porte indevido da arma de fogo para suposto exercício do direito de defesa da honra revelam que a suspensão cautelar do porte e a apreensão da arma de fogo são medidas suficientes para coibir a reiteração do delito investigado e resguardar a ordem pública”, escreveu.

A vice-PGR apontou ainda que o caso pode configurar crime de porte ilegal de arma de fogo, porque a deputada não possuía autorização para transitar na rua ou entrar em um estabelecimento com o armamento.

Em nota, a deputada negou irregularidades no episódio e disse que a PGR “erra ao dizer que o porte é ilegal”. “A deputada reitera, ainda, que encontra-se em missão oficial e não tem condições, ainda que fosse legítimo o pedido, de proceder com a entrega da pistola e munições”, diz a nota.

Últimas Notícias