Jerônimo: Estamos entregando as escolas que eu não tive na juventude

“Já comi muito feijão aqui na Praça da Zebrinha”, brincou o candidato a governador Jerônimo Rodrigues (PT), na chegada da sua caravana a Retirolândia, região do Sisal, na manhã deste domingo (18). Acompanhado pelo governador Rui Costa, pelo senador e candidato à reeleição Otto Alencar, pelo prefeito do município, Alivanaldo Martins dos Santos (PSD), e por dezenas de lideranças políticas, o candidato de Lula na Bahia foi recebido com grande festa na cidade.

“Esta festa linda, aqui, é o reconhecimento de todo o trabalho desse time”, afirmou o prefeito. “Quero pedir a você, Jerônimo, que continue esse trabalho que Rui vem fazendo. Com Jerônimo no governo e Lula na presidência, a Bahia e Retirolândia vão avançar ainda mais.”

Na passagem pela cidade, Jerônimo lembrou das dificuldades que teve para estudar, precisando deixar a casa da família, em Aiquara, para não ter de interromper a aprendizagem – e como essa experiência impactou em sua forma de ver a política. “Essas (mais de 200) escolas que nós estamos entregando no Estado – e aqui na região do Sisal – são escolas que eu não tive (na juventude)”, contou. “Mas vamos além: também vamos trazer educação superior para mais perto do Sisal”, garantiu.

Jerônimo também convocou os apoiadores a espalhar a mensagem do time de Lula. “No dia 2 de outubro, nós vamos dizer nas urnas que Brasil nós queremos, nós vamos dar uma resposta àquele que está na história como o pior presidente que o Brasil já teve”, afirmou. “Nós vamos trazer Lula de volta para cuidar do Brasil, vamos erradicar a fome das nossas vidas. Nós não podemos ver o Brasil nessa situação de fome, desemprego e maltrato.”

O governador Rui Costa fez coro. “Daqui até a eleição, vamos conversar com todas as pessoas que ainda não tenham decidido o voto”, pediu. “Quando a gente pega uma criança no colo, a gente quer ensiná-la a fazer coisas boas. A gente vai ensinar a criança a fazer armas? Ou a gente vai ensinar com livros? Por isso, peço a vocês: vão atrás de cada voto. Eles acabaram com tudo que fizemos, o Minha Casa, Minha Vida, o Luz para Todos. Lula precisa da Bahia e a Bahia precisa do Lula. Eu quero, Lula quer, Wagner quer, continuar trabalhando pela Bahia.”

De acordo com Rui, Bolsonaro tem dois candidatos a governador na Bahia. “Um, pelo menos, tem coragem de botar o adesivo no peito, mas o outro é covarde, não vai aos debates e tenta fingir que não é lobo, está tentando se vestir em pele de cordeiro”, afirmou. “Ele e o partido dele articularam junto com Bolsonaro em tudo que foi contra o povo. Agora, ele diz que tanto faz. Tanto faz uma ova. O povo está com fome, quer emprego, quer trabalhar. Tenha coragem de dizer que você ficou três anos e meio pendurado no pescoço de Bolsonaro e agora quer enganar o povo.”

Últimas Notícias