Irecê registra aumento de casos de arboviroses

O número de casos de arboviroses como dengue, zika e chikungunya, está crescendo na cidade de Irecê Já são 524 registros de dengue e mais 92 casos de chikungunya. Semana passada duas pessoas vieram a óbito com sintomas da doença e os casos foram confirmados pelo Laboratório Central da Bahia como positivo para dengue.

Os casos que evoluíram para morte são de uma paciente de 68 anos, atendida na UPA, com febre, dores musculares, cefaleia, dores nas articulações e hipotensão severa indicando choque hipovolêmico, e um homem de 75 anos, atendido na UPA com febre, cefaleia, placas avermelhadas na pele e disfunção hepática e renal grave. A Secretaria de Saúde reuniu o Comitê de Operações Emergenciais e anunciou para esta segunda-feira (25), uma grande mobilização de combate ao mosquito, com a limpeza de terrenos baldios, utilização de maquinário para drenagem de grandes reservatórios de água ou lagoas, notificação a proprietários de terrenos para limpeza imediata e entrada em imóveis particulares com presença de focos do mosquito com autorização judicial.

Também serão realizados mutirões em áreas críticas com a participação das equipes de Saúde da Família, remanejamento dos agentes de combate às endemias para povoados críticos e envio de amostras ao Lacen diariamente. O prefeito Elmo Vaz também autorizou o aumento das equipes e aquisição de novas bombas para borrifação. Atendendo uma solicitação da gestão municipal, o Carro Fumacê ficará no município entre os dias 24 de abril e 11 de maio para controle vetorial em bairros com maior índice de infestação. Quando e onde procurar atendimento As arboviroses (dengue, zika e chikungunya), na sua forma leve ou moderada podem apresentar sintomas clássicos como febre, mal-estar, cefaleia (dor de cabeça), manchas avermelhadas no corpo, náuseas e vômito. Podendo ainda apresentar sinais mais graves como dores abdominais fortes, vômitos persistentes, pele pálida, fria e úmida, dificuldade respiratória, sangramento pelo nariz, boca, gengivas ou qualquer outro sangramento e perda de consciência. Para os sintomas leves e moderados a população pode procurar a Unidade de Saúde da Família do seu bairro. Já para os sintomas graves é de extrema importância que o paciente busque imediatamente a UPA ou o Hospital Regional de Irecê.

Últimas Notícias