Galvani e CBPM se reúnem e sinalizam avanços no projeto para nova fase de operação em Irecê (BA)

Executivos da Galvani e da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) realizaram, nesta sexta-feira (10), reunião para conversar sobre os avanços no projeto para implementação da nova fase de operação da unidade de mineração de fosfato para produção de fertilizantes em Irecê, na Bahia.

Sustentável por permitir o máximo aproveitamento do recurso, com geração praticamente zero de rejeito, o empreendimento é estratégico para diminuir a dependência nacional de fertilizantes. O projeto, atualmente, está em fase de licenciamento ambiental e desenvolvimento de rota tecnológica. A Galvani, responsável pelo aporte financeiro, estima que serão investidos cerca de R$ 340 milhões na nova fase de operação da unidade baiana, cujos direitos minerários pertencem à CBPM.

Antônio Tramm, presidente da CBPM, e Marcos Stelzer, CEO da Galvani, estiveram presentes na reunião. Na ocasião, também marcaram presença, pela Galvani, Nelson Canato, diretor de Operações; Danilo Casalino, diretor Administrativo-Financeiro; Gizelle Tocchetto, diretora de Relações Institucionais e Sustentabilidade; e Christiano Lemos Brandão, gerente de Saúde Ocupacional, Segurança do Trabalho, Meio Ambiente, Sistemas de Gestão e Licenciamento da Galvani. Por parte da CBPM, além do presidente Tramm, participaram Rafael Avena, diretor técnico, Albert Hartmann, Gerente de Empreendimentos Minerais e Gestão Ambiental e Eliene Santos, Assessora da presidência.

Sobre a Galvani

Empresa 100% brasileira que atua no setor de fertilizantes desde a década de 1960. É líder em produção e distribuição no Matopiba, região agrícola que compreende os estados de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Possui unidades de mineração e beneficiamento em Angico dos Dias e Irecê, um complexo industrial em Luís Eduardo Magalhães, todos na Bahia, e escritórios corporativos em Campinas (SP) e na capital paulista.

Fonte: Ascom - Galvani

Últimas Notícias