Em Orlando, Bolsonaro diz que ministros do STF “não são deuses”

Foto: Reprodução/CNN Brasil/Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse a jornalistas, neste sábado (11), após a abertura de um vice-consulado brasileiro em Orlando, na Flórida, nos Estados Unidos, que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) têm de respeitar a Constituição porque "não são deuses".

A afirmação do mandatário do Planalto ocorreu quando o ele foi questionado se não seria uma afronta ao STF participar de motociata em que estava o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, investigado por suposta organização criminosa que produziria "fake news" contra ministros da Corte Suprema. Santos teve prisão decretada em outubro do ano passado pelo ministro Alexandre de Moraes.

"Se ele estiver presente eu falo com ele, é um cidadão, eu falo com ele sem problema nenhum. É um cidadão brasileiro. Se expressou, se foi bem ou mal, a sua pena jamais poderia ser ameaça de prisão", afirmou Bolsonaro.

"O Supremo tem que entender que eles não são deuses. Todos nós somos autoridades e subordinados à nossa constituição. Então tem alguns [ministros] no Supremo, não são todos, [que] têm que tirar da cabeça que não são os 'todos poderosos'", disse Bolsonaro.

"Têm erros, têm falhas e têm que se curvar à Constituição. E acima de nós estão os cidadãos. Minha vida não é fácil, não estou reclamando, e faço todo o possível para atender a população brasileira", acrescentou o presidente.

Muita Informação

Últimas Notícias