Deputado Cafu alega estar sendo ameaçado de morte pelo médico Drº Raul

O deputado estadual Cafu Barreto (PSD) teve o seu nome envolvido em uma polêmica com o médico Dr. Raul

Cafu foi ameaçado de morte pelo médico Raul Machado. Conforme o Boletim de Ocorrência registrado na 1ª Delegacia Territorial de Irecê, no último dia 12 de junho, o médico estaria cobrando valores indevidos relacionados a procedimentos hospitalares. Em nota enviada à imprensa, no entanto, o deputado negou a contratação de quaisquer serviços com o profissional.

O caso veio à tona após um áudio supostamente gravado pelo acusado ter chegado ao conhecimento do deputado. “Se ele não me pagar, vou matar ele [Cafu] em praça pública pra todo mundo vê, vou meter o dedo (…) Eu tenho 60 anos e ele 40, vamos ver quem viveu mais (…) E outra coisa: deixei tudo aberto em casa… O que eu tiver é pra gastar pra não deixar nenhum deles vivo, nem um irmão, nada”, diz o áudio de 17 segundos.

Como o crime de grave ameaça foi supostamente cometido contra um deputado com prerrogativa da função, ou seja, no exercício do mandato, a Procuradoria Geral do Estado também foi acionada. Na esfera criminal, o caso será enquadrado no artigo 147 do Código Penal, que trata sobre ameaça por palavra, escrito, gesto, ou qualquer outro meio simbólico. A pena pode ser detenção de um a seis meses, ou pagamento de multa.

Em nota, o deputado Cafu reiterou que “não devo nada a este indivíduo e confio plenamente no trabalho da Polícia e da Justiça. Mas, como as ameaças envolveram minha família, tive de pedir proteção às forças de segurança pública. A situação é grave, mas eu tenho fé em Deus! Por isso, enquanto a investigação estiver em andamento, vou seguir trabalhando normalmente em prol da Bahia”, concluiu.

Últimas Notícias