Bolsa Família chega a 2,4 milhões de famílias no mês de maio

Em todos os 417 municípios baianos 2,46 milhões de beneficiários do Bolsa Família começam a receber os repasses de maio nesta sexta-feira (17). O cronograma de pagamentos é escalonado, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS), e segue até o fim do mês.

O valor médio do benefício na Bahia é de R$ 672,02, a partir de um investimento de R$ 1,65 bilhão do Governo Federal. Dentro dos valores adicionais previstos no Novo Bolsa Família, a Bahia tem 899,2 mil crianças de zero a seis anos contempladas com o Benefício Primeira Infância, que representa um adicional de R$ 150 a cada criança dessa faixa etária na composição familiar.

O investimento federal para atender este público supera os R$ 129,5 milhões. Outros benefícios complementares, todos no valor adicional de R$ 50, chegam a 1,58 milhão de crianças e jovens entre sete a 18 anos, além de 81,3 mil gestantes e 41,7 mil mulheres em fase de amamentação no estado. Somados, os pagamentos deste benefício superam o valor de R$ 80,7 milhões.

A capital Salvador permanece em maio tendo o maior número de famílias beneficiárias. São 300,5 mil, a partir de um investimento de R$ 197,2 milhões e valor médio de repasse de R$ 656,52.  Na sequência dos cinco municípios baianos com maior número de contemplados no mês aparecem Feira de Santana (74.627), Vitória da Conquista (50.450), Camaçari (44.549) e Juazeiro (38.252).

O município de Prado, cidade do sul da Bahia, com pouco mais de 35 mil habitantes e 4.969 famílias atendidas pelo Bolsa Família, neste mês registrou o maior valor médio pago pelo programa: R$ 730,48. Na sequência aparecem Sítio do Mato (R$ 729,40), Barra (R$ 724,48), Pilão Arcado (R$ 716,81) e Serra do Ramalho (R$ 715,01).

Nacional – Em âmbito nacional, são 20,8 milhões de beneficiários nos 5.570 municípios brasileiros. O valor médio de repasse é de R$ 682,32, a partir de um investimento de R$ 14,1 bilhões do Governo Federal.

Últimas Notícias