Ato pró-Bolsonaro na Paulista foi demonstração de ‘desespero’, diz Éden Valadares

O presidente do PT na Bahia, Éden Valadares, criticou nesta segunda-feira (26) o ato em apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), no domingo (25), na avenida Paulista, em São Paulo. Para ele, a ação não passa de uma demonstração de “desespero”.

Na avaliação de Éden, a manifestação foi realizada apenas em uma cidade porque não teria adesão significativa em outros locais do país.

“O inelegível Bolsonaro marcou um ato único, porque, se puxasse atividades em cada cidade, todas seriam pequenas, em uma tentativa desesperada de marcar posição. O ato na avenida Paulista não foi demonstração de força, mas de desespero”, ironizou.

O dirigente petista diz avaliar ainda que o discurso de Bolsonaro no evento evidenciou os crimes cometidos e disse que o ex-presidente não tem plano algum para o país.

“Na verdade, se a gente reparar bem, ele confessa a tentativa do golpe. Ele produz prova contra si mesmo. E acaba por fazer um ato político para salvar a própria pele. O que ele pede, afinal? Anistia para seus crimes. Não tem agenda, programa, projeto para o Brasil. É um ato de desespero para salvar a própria pele”, afirmou.

Últimas Notícias